Comissão da Câmara dos EUA pede que família Bolsonaro fique ‘de fora’ da eleição americana

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) foi repreendido após compartilhar um vídeo em apoio à reeleição de Donald Trump nos Estados Unidos. Eliot Engel, presidente da Relações Exteriores da Câmara dos Estados Unidos, afirmou que a família Bolsonaro deve ficar “de fora” do pleito eleitoral norte-americano, previsto para ser realizado no início de novembro.

Deputado pelo partido Democrata, Engel criticou um vídeo publicado pelo deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) no qual o filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pede “Trump 2020”.

Na resposta, Engel começa afirmando que “Já vimos este filme antes”, algo que classificou como “vergonhoso e inaceitável”. “A família Bolsonaro precisa ficar DE FORA das eleições dos EUA”, concluiu o deputado.

 

Responsável pela legislação e supervisão da política externa do país, a Comissão é formada por maioria democrata. O episódio demonstra o desgaste do governo Bolsonaro no âmbito da política externa.

Eduardo Bolsonaro já foi cotado para se tornar embaixador do Brasil nos EUA, mas seu pai desistiu da ideia após ampla repercussão negativa gerada pela falta de experiência do deputado para o cargo.

Essa não é a primeira vez que Eduardo apoia a reeleição de Trump. Em 2019, ele e o chanceler Ernesto Araújo se reuniram com o presidente norte-americano em Washington. O deputado também fez parte da comitiva presidencial que viajou aos EUA entre 7 e 10 de março deste ano.

EUA e Brasil são os países mais afetados pela pandemia do novo coronavírus, liderando os rankings de mortes e casos confirmados. Até por essa condução errática da crise sanitária, Donald Trump aparece atrás de Joe Biden, seu principal adversário, na corrida pela Casa Branca, fato que preocupa o governo Bolsonaro.

Nosso objetivo é criar um local seguro e atraente para os usuários se conectarem a interesses e paixões. Para melhorar a experiência de nossa comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários dos artigos. Enquanto isso, agradecemos seu feedback para nos ajudar a melhorar a experiência.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*