Agências bancárias passam por fiscalização dos bombeiros em Minas e a maioria estava irregular

A operação Alerta Vermelho, deflagrada pelo Corpo de Bombeiros, vistoriou 1.215 agências bancárias em Minas para o cumprimento das exigências das medidas de segurança contra incêndio e pânico. Mais da metade (646) estavam irregulares ou em processo de regularização.

De acordo com o tenente Felipe Brites, a operação busca garantir a proteção das pessoas e a prevenção de incêndios, além de verificar a regularidade do credenciamento de possíveis brigadas profissionais e também dos brigadistas existentes na edificação.

“O grande objetivo da operação é estimular a cultura prevencionista de auto-proteção. Além disso as equipes fazem vistoria e fiscalização verificando se a edificação está regular ou não e caso esteja regular a gente orienta sobre quais são os passos a serem executados, quais os procedimentos que devem ser executados para que a edificação obtenha o AVCB. No caso de edificações irregulares a gente fornece as orientações sobre como se manter regular, quais são os procedimentos para manutenção de sistemas preventivos, além da gente garantir orientações como desobstrução da rota de fuga, controle de público, todos os fatores que vão contribuir para a proteção dos usuários das agências casas lotéricas e similares.”

Segundo Brites, a operação ocorre todos os anos e a cada edição tem como alvo um novo tipo de edificação.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*