COVID-19: Uberlândia inicia lockdown neste sábado (20) para conter colapso

A um dia do início do decreto que permite apenas o funcionamento de serviços essenciais, Uberlândia, no Triângulo Mineiro, chegou aos 64.468 casos confirmados do novo coronavírus e 946 mortes. Com a ocupação de leitos em níveis alarmantes, o município optou por endurecer as medidas restritivas, que começam a valer neste sábado (20/02).

A ocupação geral dos leitos de terapia intensiva administrados pela prefeitura uberlandense está em 95%. O percentual é o mesmo das vagas destinadas aos infectados pela COVID-19. Nessa quinta-feira (18), a situação era pior: o índice chegou a 98%. Em 24 horas, a cidade computou 420 novas infecções e 15 baixas.

Uberlândia está entre as 10 cidades que mostram indicadores acelerados da COVID-19, segundo levantamento feito pelo Estado de Minas (confira aqui). A capa da edição do jornal desta sexta mostra a delicada situação que a população dessas cidades enfrenta, e foi compartilhada por profissionais de saúde de Uberlândia em grupos de WhatsApp.

Medidas do decreto

A partir deste sábado, apenas serviços como supermercados, padarias e farmácias poderão funcionar, mas seguindo os horários determinados pela prefeitura. Restaurantes e lanchonetes, exceto as localizadas nas proximidades de rodovias,poderão funcionar apenas por meio de entregas.

A maioria dos setores comerciais, como as lojas de autopeças e os estabelecimentos que comercializam itens de cama, mesa e banho, está autorizada apenas a utilizar o delivery. As óticas, por seu turno, poderão funcionar em dias úteis, mas precisam encerrar o expediente quando o relógio marcar 18h.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*