Novo decreto proíbe circulação de pessoas entre 22h30 e 5h, em Montes Claros

GERAL031/MOC4.JPG MONTES CLAROS CRÉDITO: DIVULGAÇÃO

A Prefeitura de Montes Claros publicou um novo decreto com medidas mais restritivas para reduzir o número de casos coronavírus e proibiu a circulação de pessoas e veículos nas ruas entre 22h30 e 5h.

Todas as atividades econômicas, como bares, restaurantes, lojas de conveniências e supermercados não devem funcionar nesse horário. As medidas valem durante 10 dias. Confira o decreto na íntegra.

O decreto também proíbe qualquer tipo de comemoração nas residências particulares, o funcionamento dos clubes, casas de festas, shows, prática de esportes coletivos e realização de velórios com mais de dez pessoas.

O serviço de transporte coletivo urbano também está suspenso entre 22h15 às 05h. De acordo com o decreto, o cidadão só deverá sair de casa após o horário determinado em caso de ‘necessidades inadiáveis e urgentes’, como:

Aquisição de medicamentos e outros fármacos;
Obtenção de atendimento ou socorro médico para pessoas ou animais;
Embarque e desembarque nos terminais rodoviários, em relação ao transporte intermunicipal e interestadual, e aeroportuário.
As proibições não se aplicam “as autoridades públicas, policiais, agentes de fiscalização e trabalhadores de saúde no exercício de suas funções”.

Casos de coronavírus
O setor de epidemiologia confirmou mais 217 casos da Covid-19 e cinco óbitos nessa terça-feira (23). No total, 18.292 pessoas testaram positivo e 280 morreram.

Situação da Covid-19 leva Montes Claros a considerar novas medidas de restrição
O boletim da Prefeitura aponta que 125 pessoas estão hospitalizadas em Montes Claros. A taxa de ocupação de leitos clínicos do SUS está em 91% e a de UTI está em 70%. Já os leitos destinados aos convênios ou pacientes particulares está em 60%.

Segundo os parâmetros da Secretaria de Estado de Saúde a situação é considerada aceitável até 78%, em alerta de 78% a 90% e acima do limite de segurança a partir de 90%. Montes Claros é referência de leitos para 95 municípios.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*