Cidade mineira que ficou entre os seis municípios do país sem registro de Covid-19 por oito meses decreta situação de emergência após surto

A Prefeitura de Botumirim, no Norte de Minas, decretou situação de emergência em saúde pública e suspendeu todas as atividades não essenciais após um surto de Covid-19. O município, com pouco mais de seis mil habitantes, ficou entre as seis cidades brasileiras sem registrar casos da doença até o mês de outubro de 2020. (Leia mais abaixo).

De acordo com a Prefeitura, 34 casos de Covid-19 foram confirmados desde a última quinta-feira (21). A Coordenadora de Vigilância em Saúde, Larissa Fabiane Souza Santos, informou ao g1 que a Prefeitura continua a testagem nesta terça-feira (26) de pessoas com sintomas ou que tiveram contato com caso positivo.

Das 34 pessoas que já testaram positivo para a doença, cerca de 15 são funcionários da Prefeitura. Entre eles, a secretária de saúde que foi contaminada enquanto trabalhava, segundo a coordenadora. Até o momento, somente um dos pacientes, que é motorista do município, precisou ser internado no Hospital Universitário, em Montes Claros. As outras pessoas permanecem em isolamento domiciliar.

“O município fez aquisição de dois mil testes swab na sexta-feira (22) para testar a população e também adquiriu oxigênio e medicamentos, caso alguém precise. A situação de emergência continua porque o número de casos aumenta a cada dia”.

Contaminação

 

Segundo a coordenadora de Vigilância em Saúde, a suspeita é de que a contaminação começou após uma festa de aniversário realizada na zona rural do município no dia 16 de outubro.

“Cerca de 30 pessoas se reuniram nesse sítio. A primeira pessoa que procurou atendimento e testou positivo foi o cantor da festa. Ele relatou que já foi para o evento com sintomas leves da doença”, informou a coordenadora, Larissa Fabiane Souza Santos.

 

A maioria das pessoas que testou positivo desde a última quinta já recebeu as duas doses da vacina contra a Covid-19.

Casos da doença e vacinação

 

Onze dias depois, os três primeiros casos foram confirmados em uma mesma família, que morava na zona rural.

O último boletim epidemiológico aponta que o município já tem 281 casos confirmados e cinco óbitos. Um balanço divulgado pela prefeitura mostra que já foram aplicadas 6.789 doses das vacinas contra a Covid-19. A última faixa etária incluída no público-alvo foi de adolescentes, de 15 anos.

  • 1ª dose: 4.152
  • 2ª dose: 2.453
  • Dose única: 88
  • Dose de reforço: 96

 

Restrições do decreto

 

Para conter o avanço da doença, a Prefeitura suspendeu todas as atividades não essenciais até o dia 6 de novembro.

Segundo o decreto, os serviços de todas as secretarias do município devem ser feitos de forma remota e está proibida a realização de shows, missas, ou qualquer evento com aglomeração.

Os bares, restaurantes e similares só poderão funcionar por meio de delivery e as atividades escolares na rede municipal estão suspensas.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*