A 79 dias das Olimpíadas, Japão pode estender estado de emergência contra Covid

Japão está considerando estender um estado de emergência para conter a propagação do coronavírus na capital, Tóquio, e em outras grandes áreas urbanas, disseram fontes do governo nesta quarta-feira (5). Caso venha a ser adotada, a medida que pode lançar dúvidas sobre o planejamento definido para os Jogos Olímpicos de Verão.

As autoridades estavam se inclinando para uma extensão das medidas nas prefeituras de Tóquio, Osaka, Kyoto e Hyogo para além de 11 de maio, enquanto o país luta contra um aumento nos casos de Covid-19, disseram três fontes à Reuters.

O primeiro-ministro Yoshihide Suga disse a repórteres, depois de se reunir com ministros e assessores nesta quarta-feira, que deseja decidir sobre o assunto ainda esta semana.

Um anúncio oficial pode ser feito na sexta-feira (7), disse uma das fontes à Reuters. O jornal Yomiuri informou anteriormente que uma extensão era provável.

A extensão das medidas, que foram impostas em 25 de abril, provavelmente geraria preocupações sobre se as Olimpíadas de Tóquio, programadas para começar em 23 de julho, podem ser realizadas conforme o planejado.

Os jogos já foram adiados uma vez em relação ao ano passado devido à pandemia. A cidade de Sapporo, na ilha de Hokkaido ao norte, sediou um evento-teste de meia maratona na quarta-feira.

Uma proposta que surgiu é a prorrogação das medidas restritivas até o fim do mês, segundo duas das fontes. Todas as três pessoas pediram anonimato porque não estavam autorizadas a falar com a mídia.

O governador da Prefeitura de Osaka disse que uma extensão de três semanas a um mês pode ser necessária, de acordo com a mídia nacional.

As ligações da Reuters para o escritório de Suga não foram atendidas. Os prédios do governo e os mercados financeiros do Japão foram fechados nesta quarta-feira para o feriado anual da Golden Week.

O presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, deve visitar o Japão no final deste mês, mas um estado de emergência mais longo pode levar a novos apelos do público para cancelar os jogos.

Sob as restrições em Tóquio e outras áreas urbanas, o governo exigiu que restaurantes, bares e karaokês que servem bebidas alcoólicas fechem. Grandes lojas de departamentos e cinemas também foram fechados, enquanto os espectadores foram proibidos de comparecer a grandes eventos esportivos.

Não se sabe se o governo vai afrouxar qualquer uma das restrições operacionais ao setor de serviços, disse o Yomiuri.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*