Bolsonaro desembarca em BH nesta quinta para anunciar Centro de Vacinas, privatização e obras do metrô

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) participa na manhã desta quinta-feira dois atos na Cidade Administrativa, sede do governo de Minas.

O primeiro é o evento “1.000 Dias de Governo”. A cerimônia, prevista para começar às 10h30, será com a recepção do governador Romeu Zema (Novo).

Bolsonaro também vai sancionar o Projeto de Lei que permite a reestruturação societária da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) e a privatização do metrô de BH, com crédito especial de mais de 2,8 bilhões, aprovado pelo Congresso Nacional nesta semana. O recurso será usado para pagar dívidas da CBTU, privatizar o metrô e também para ampliação da linha 1 a criação da linha 2 (Barreiro/ Calafate).

Os eventos não serão abertos ao público. Somente a imprensa e convidados vão poder acompanhar. A reportagem da Itatiaia já está na Cidade Administrativa. O movimento nessas primeiras horas é somente de seguranças do presidente e de integrantes do staff do evento.

Eustáquio Ramos/ Itatiaia

A previsão é que o presidente chegue ao aeroporto internacional de Belo Horizonte, em Confins, às 9h.

Fiemg

Após a agenda na Cidade Administrativa, Bolsonaro vai almoçar com empresários na Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), na avenida do Contorno, bairro Funcionários, região Centro-Sul de BH.

Conforme informação apurada pela jornalista Edilene Lopes, correspondente da Itatiaia em Brasília, o presidente aceitou convite  de Flávio Roscoe Nogueira, presidente da Fiemg. Inicialmente, o almoço não estava na agenda de Bolsonaro, mas interlocutores dizem que ele fez questão de aceitar.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*