Criminosos cortam fornecimento de energia e furtam fiação do prédio onde vacinas são armazenadas em Montes Claros

Criminosos cortaram o fornecimento de energia e furtaram a fiação elétrica do prédio onde está instalada a Rede de Frio da Superintendência Regional de Saúde de Montes Claros nesta terça-feira (17). O local fica no bairro Edgar Pereira e é utilizado para armazenamento de vacinas usadas na prevenção de várias doenças.

Segundo a SRS, o desligamento da energia ocorreu por volta da meia da noite. A Polícia Militar foi acionada e registrou um boletim de ocorrência. A ação dos funcionários da superintendência evitou que os imunizantes fossem perdidos, o que geraria um prejuízo financeiro de R$ 3 milhões.

“Após o primeiro ataque ao prédio, servidores da SES-MG estiveram no imóvel e providenciaram a transferência de milhares de doses de vacinas das câmaras frias para caixas de isopor com termômetros, visando manter o isolamento térmico e o controle de temperatura”, informou a SRS.

Já por volta das 4h, os criminosos voltaram e furtaram a fiação.

“Depois que os servidores saíram do prédio, os ladrões retornaram ao imóvel e concluíram o furto da fiação que fornece carga de 360 volts de energia para a Rede de Frio e o Laboratório Macrorregional, que atende demandas de exames de diagnóstico de dengue, HIV e tuberculose provenientes de municípios do Norte de Minas e do Vale do Jequitinhonha.”

Conforme a SRS, além das vacinas, que são distribuídas para 54 municípios da região, foram preservadas as amostras de exames laboratoriais.

Cessão do prédio e reforma

 

De acordo com a Superintendência Regional de Saúde de Montes Claros, o prédio pertence o ao município. A Secretaria de Estado de Saúde pretende investir na reforma do local, mas está aguardando a cessão do imóvel por parte da Prefeitura para que os trabalhos sejam executados.

“O objetivo é melhorar a segurança do imóvel e a prestação de serviços aos municípios”, finalizou a SRS.

O g1 procurou pela Prefeitura para ter detalhes sobre a possível cessão do prédio e aguarda retorno.

Vacinas foram colocadas em caixas térmicas para evitar que fossem perdidas — Foto: Superintendência Regional de Saúde de Montes Claros

Vacinas foram colocadas em caixas térmicas para evitar que fossem perdidas — Foto: Superintendência Regional de Saúde de Montes Claros

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*