Polícia prende um dos suspeitos de matar árbitro de futebol no interior de Minas

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) prendeu, nessa quarta-feira (9), um homem suspeito de envolvimento na morte de um árbitro de futebol de 62 anos, em Poços de Caldas, no Sul de Minas.

A vítima foi encontrada morta na garagem de sua residência, em 13 de julho, com um corte no pescoço. O delegado pontua que, a princípio, foi levantado que a morte da vítima poderia se tratar de latrocínio, pois a carteira e o aparelho celular do árbitro foram levados do local.

Mas, o suspeito preso mencionou em depoimento que o motivo do homicídio seria em retaliação a suposto abuso sexual por parte da vítima contra o familiar de um dos investigados.

“Nos chamou a atenção o fato de, na frente do muro da casa da vítima, estar a inscrição ‘Jack’, que é uma gíria de presídio para indicar estuprador. Nós começamos, então, a verticalizar a investigação nesse sentido”, explica o delegado Cleyson Brene, responsável pelo inquérito policial.

Segundo o delegado, na casa do árbitro foram apreendidos cadernos com escritos de crianças, e, até o momento, não foram identificadas eventuais outras vítimas. Entretanto, o homem não tinha passagens por crimes sexuais.

Os dois investigados presos, ambos de 29 anos, estão reclusos no sistema prisional. O terceiro está foragido.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*