Homem é condenado por injúria racial contra enfermeiro no Buritis, em BH

Um homem foi condenado por injúria racial contra um enfermeiro no bairro Buritis, região Oeste de Belo Horizonte. O crime ocorreu em dezembro de 2021. A pena foi de um ano de prisão, convertida em prestação de serviços à comunidade e multa. Cabe recurso.

Conforme a acusação, a equipe de saúde fio chamada para atender ao homem, que precisou ser levado para o hospital. Enquanto a ambulância se deslocava para a residência, o paciente ofendeu o enfermeiro com comentários racistas e atirou o próprio celular contra o profissional da saúde.

O acusado argumentou que não teve a intenção de ofender o enfermeiro e que teria agido sob violenta emoção.

O juiz da 8ª Vara Criminal de Belo Horizonte, Luís Augusto César Fonseca, no entanto, considerou que o delito de injúria racial ficou provado. “O fato de o acusado estar insatisfeito com seu plano de saúde ou com o atendimento realizado não o eximem de sua responsabilidade penal e não autorizam a prolação das palavras injuriosas”, afirmou o juiz.

O magistrado ainda acrescentou que o homem tem outras passagens criminais por injúria ou vias de fato, “o que indica sua vocação em ser ofensivo nas suas relações sociais”.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*